O Dia Mundial de luta contra a SIDA é celebrado todos os anos, em todo o mundo, no dia 1 de dezembro para aumentar a consciencialização pública sobre a SIDA (Síndrome de imunodeficiência adquirida). A SIDA é uma doença "epidemica" causada por uma infecção do vírus da imunodeficiência humana (VIH ou sigla inglesa HIV).
O dia é celebrado por organizações governamentais, ONGs, sociedades civis e outras entidades de saúde que organizam encontros ou discussões em fóruns relacionados com a doença. Este dia, o primeiro "dia mundial" relacionado com a temática da saúde, foi originalmente celebrado no ano de 1988 e desde então todo os anos se celebra.
A celebração do Dia Mundial da SIDA/VIH oferece a oportunidade fundamental para que organizações de saúde possam aumentar: a consciencialização entre a população, o maior acesso possível ao tratamento e discutir as várias medidas preventivas.
 
 
Estatísticas do HIV/SIDA (2016)
  • Número de pessoas que vivem com HIV - 36,7 Milhões (2,1 Milhões crianças)
  • Número de novas infecções - 1,8 Milhões ( 5,000 novas infecções por dia)
  • Número de mortes relacionadas com HIV - 1 Milhão ( no somatório já morreram 35 Milhões desde início da doença)
  • Número de pessoas que vivem com HIV e têm acesso a anti-retrovirais - 20,9 Milhões (evolução positiva comparativamente com 15,8Milhões em 2015)
  • Pessoas que sabem que têm HIV - só 70% dos seropositivos sabem que estão infectados!
     
História do Dia Mundial Contra a SIDA
O Dia Mundial da luta contra a SIDA foi idealizado pela primeira vez por Thomas Netter e James W. Bunn no mês de agosto de 1987. Os mesmos são oficiais de informação pública do Programa Global de SIDA na OMS (Organização Mundial de Saúde) em Genebra, Suíça. Eles partilharam a sua ideia com o Dr. Jonathan Mann (Diretor do Programa Global de SIDA), que aprovou a aprovou e recomendou a celebração do Dia Mundial da SIDA no dia 1 de dezembro do ano de 1988.
 
Desde então o dia mundial da SIDA/HIV é comemorado todos os anos no dia 1 de dezembro. A data foi escolhida por não coincidir com períodos de eleições, feriados de Natal ou outros feriados, sendo assim celebrado durante uma altura em que as pessoas e os meios de comunicação podem prestar mais interesse e atenção à temática e partilhar notícias relacionadas por todo o mundo.
 
O principal responsável pela dinamização e criação dos objetivos específicos e temas do dia mundial contra a SIDA é o Programa das Nações Unidas para o VIH/SIDA, também conhecido como UNAIDS, criado em 1996.
 
Nos anos iniciais, os temas do Dia Mundial contra a SIDA foram focados apenas nas crianças e nos jovens, mas posteriormente alargados à população geral visto que a SIDA foi reconhecida como uma doença familiar, pois qualquer pessoa de qualquer faixa etária pode ser infectada pelo HIV.
Tema do Dia Mundial Contra a SIDA
 
Os temas desta data variam de ano para ano tendo por exemplo de 2011 a 2015 sido: "Chegar a ZERO: ZERO novas infecções por HIV. ZERO Discriminação. ZERO Mortes relacionadas com SIDA"
 
Já o tema do dia mundial contra a SIDA de 2017 é: "Minha Saúde, Meu Direito". Esta temática encoraja as pessoas a partilhar os seus pontos de vista e preocupações em torno de garantir o seu próprio direito à saúde e criar um movimento que destaque a importância de apagar as desigualdades e descriminação na saúde. Os materiais da campanha incluem tweets sugeridos (#myrighttohealth), cartazes, posters, etc.
 
 
Objectivos do Dia Mundial Contra a SIDA

O objetivo desta data é apoiar os Estados/Países a construir políticas e programas novos e efetivos, fortalecer os sistemas de saúde e aumentar a capacidade dos setores de saúde em relação ao VIH/SIDA. Alguns dos principais objetivos do Dia Mundial da SIDA estão listados abaixo:
 
  • Aumentar globalmente as medidas de prevenção e controle para HIV / SIDA.
  • Oferecer suporte técnico para implementação de planos de prevenção, cuidados e tratamento para HIV / SIDA, incluindo testes, aconselhamento da mãe relativamente aos riscos de transmissão da infecção ao feto/criança, controle de DST's e terapia anti-retroviral.
  • Consciencialização sobre medicamentos anti-retrovirais ou outras soluções que podem ajudar a lutar contra o HIV / SIDA.
  • Envolver o maior número de pessoas na campanha para obter um resultado mais efetivo. Incentivar mais alunos das escolas, universidades e estruturas sociais a contribuir nos eventos e celebrações organizadas para este dia.
  • Diminuir e controlar o número de pacientes infectados pelo HIV / SIDA, bem como para encorajar os grupos de risco para a prevenção / uso de preservativo.
     
O que posso fazer para ajudar a campanha?
 
Aqui estão algumas sugestões de como pode ajudar:
  • Teste-se! Faça o teste para o HIV.
  • Fale com seu médico sobre os seus riscos para o HIV.
  • Fale com a família, amigos e colegas, sobre a prevenção do HIV, sobre o motivo deste dia e o impacto do HIV na sua comunidade.
  • Fornecer apoio às pessoas que vivem com HIV / SIDA.
  • Torne-se voluntário numa organização local.
  • Peça aos líderes comunitários para aumentar sua resposta e esforços para enfrentar esta epidemia.
  • Envolva-se ou seja hóspede um evento relacionado com o tema.
  • Visite o site da UNAIDS para obter informações oficiais sobre prevenção, teste, tratamento e estudos sobre o HIV. Aprenda e use plataformas digitais para aumentar a consciencialização desta data ( partilhe em websites, blogs, redes sociais, etc )

Qual o seu nível de conhecimento sobre a SIDA/VIH?
A SIDA (síndrome de imunodeficiência adquirida) é causada pelo HIV (vírus da imunodeficiência humana) que ataca o sistema imunitário do corpo humano. A doença foi reconhecida pela primeira vez no ano de 1981 e identificada pela primeira vez pelo nome da SIDA em 27 de julho do ano de 1982. Esta doença teve origem nos séculos 19 e 20 na região da África Ocidental central e não existe uma atual cura, apesar de existirem medicamentos preventivos (prEP) e já para quem é HIV-positivo (ex: Truvada ) que podem aumentar a estimativa e qualidade de vida da pessoa infectada.
 
O vírus HIV encontra-se nos fluidos do corpo humano, como o sangue, o sémen, os líquidos vaginais, o leite materno da pessoa infectada, e pode ser transmitidos para outros por contato direto como transfusão de sangue, sexo oral, sexo anal, sexo vaginal ou injeção de agulhas contaminadas. Pode ser transmitida ao bebê pelas gestantes durante o parto ou através do aleitamento materno.
 
Infográfico sobre o Dia Mundial contra a SIDA - Sabe tudo sobre a SIDA?
 
 
infográfico do dia mundial de luta contra a SIDA/VIH
Saúde HIV Sida Consciencialização Dia mundial contra a Sida
Facebook Twitter

Comentários

    Sem comentários


Comentar