No Reino Unido a carreira de um profissional de saúde que pretende trabalhar pelo sistema nacional NHS, está estruturada por bandas, pelas quais se regem os salários a atribuir. Estas bandas variam desde a 2 até à 9, sendo que as bandas 8 e 9 já correspondem a cargos altos de direção. Dentro de cada banda existem diferentes níveis correspondentes à progressão gradual da carreira que é feita de forma hierarquizada anualmente. No entanto, um profissional pode “saltar” entre pontos consoante as oportunidades de carreira existentes no seu empregador, a sua formação e, claro, a sua ambição.
Para além da subida para níveis superiores dentro da mesma banda, a ascensão na carreira destes profissionais está relacionada, também, com a passagem para bandas superiores que depende dos anos de experiência de trabalho, da formação e do resultado satisfatório que obtiverem num concurso para bandas acima da que se encontram.

Vencimentos Pelo NHS

No atual sistema de remuneração para todos os funcionários do NHS (com exceção de médicos, dentistas e alguns gerentes seniores) "Agenda for Change - Pay Rates", pode obter informação sobre a estrutura da carreira profissional e os salários praticados pelo NHS no RU.
O “Agenda for Change” é o sistema de escalas que entrou em funcionamento em dezembro de 2004 e que separa as diferentes profissões através de valores que estão uniformizados. Apesar destes valores serem mais ou menos generalizados, cada hospital tem autonomia no reconhecimento da experiência do profissional e em estabelecer o escalão em que este vai ser colocado. Algumas entidades ponderam os anos de experiência realizada em Portugal, contrariamente a outras que só reconhecem o trabalho que estes profissionais desenvolveram no Reino Unido, mas existem locais de serviço, mais especializados, que só dão consideração à experiência profissional anterior se tiver sido realizada na mesma área a que o profissional se está a candidatar. Assim, quando analisar o seu salário com agências de recrutamento ou mesmo diretamente com o empregador, não estranhe se esta negociação for feita de acordo com as diferentes bandas, cada empregador é diferente e poderá apresentar uma proposta superior ou inferior de acordo com as suas políticas internas.

Na prática, damos o seguinte exemplo: um Técnico recém licenciado ou licenciado sem experiência deverá receber um salário que começa no ponto mais baixo da Banda 5 (ponto 16), que é neste momento 21,909 £. Já no caso de um profissional experiente, este poderá negociar o seu salário com o empregador nos vários pontos da Banda 5 (que vai até às 28,462 £ anuais) ou mesmo dentro de outras bandas superiores, sempre tendo em conta a experiência prévia e a formação académica. Devem, no entanto, ter em atenção que este será o valor bruto pago anualmente, ao qual vão acrescer os valores dos turnos extra, horas noturnas, feriados e fins-de-semana. Os salários são atualizados em abril, mês em que inicia o ano fiscal neste País.

Outro ponto importante a ter em conta é o facto de qualquer profissional do NHS que decida mudar de empregador dentro do mesmo sistema, ter direito a manter-se no mesmo ponto da banda em que se encontra nesse momento. Ou seja, depois de ser reconhecida a experiência de trabalho em termos salariais por um Hospital, qualquer outro não poderá fazer uma proposta inferior.

Vantagens em Trabalhar no Reino Unido

► Reconhecimento profissional
► Salários mais elevados
► Possibilidade de realizar formação financiada pelos patronos.
A grande maioria dos hospitais promove formação para os seus funcionários, desde pequenos cursos sobre técnicas específicas, a especialidades e pós-graduações. Geralmente a informação sobre os cursos disponíveis pode ser obtida no departamento de formação do hospital e no “clinical educator” do serviço.

Para mais informações consultar o website do NHS Careers.