Educação no Reino Unido

 No reino unido a educação é obrigatória para todas as crianças entre os 5 e os 18 anos (feitos a partir de 1 Setembro, data em que inicia um novo ano escolar), dando-lhes o direito de usufruírem do ensino gratuito nestas escolas do estado ou optarem por escolas privadas que são pagas. Para decidir qual a melhor escola onde colocar um filho, o ideal é informar-se sobre o ensino de cada uma delas. Para isso poderá:
► Visitar as escolas - a maioria das escolas tem dias abertos.
► Ler os relatórios mais recentes de "Ofsted - Office for Standards in Education, Children's Services and Skills".
► Verificar as tabelas classificativas de cada escola que incluem os resultados dos exames.
► Conversar com outros pais sobre o que pensam de cada escola.
► Pedir aconselhamento ao município, todos os concelhos têm pessoas vocacionadas para ajudar os pais a tomar esta decisão.

No RU o sistema de ensino está dividido em diferentes fases tendo em consideração as faixas etárias dos alunos:
Berçário – até aos 3 anos
Educação Pré-escolar - dos 3 aos 5 anos
Ensino Primário – dos 5 aos 11 anos
Ensino Secundário – dos 11 aos 18 anos
Ensino Superior – para estudantes com mais de 18 anos
Ensino Pós-graduado – Mestrado ou Doutoramento

 

ESCOLAS ESTATAIS - "MAINSTREAM STATE SCHOOLS"

São escolas financiadas pelo governo, normalmente autoridades de concelho local (autarquias), que seguem o currículo nacional de educação e são regularmente inspecionadas pelo departamento de "educação, serviços e competências das crianças" conhecido como Ofsted. As escolas apresentam uma gestão, implementação de regras e serviços de necessidades educacionais diferentes. A grande maioria das escolas estatais são geridas pelos concelhos locais. No entanto, existem algumas exceções como as academias e escolas tecnológicas, que são diretamente financiadas pelo governo central, e outras que são parcialmente financiadas por organismos de caridade ou religiosos, conhecidas como escolas voluntárias controladas, escolas subvencionadas voluntárias ou escolas de fundação.
Aqui pode ficar a saber mais informação sobre os currículos nacionais do reino unido.

As Diferentes Escolas Estatais

Escolas Comunitárias - "Community Schools"
São controladas pelo concelho local e não influenciadas por grupos empresariais ou religiosos.
As escolas comunitárias são totalmente geridas pela autoridade local que emprega os seus trabalhadores, é proprietária do terreno e do prédio da escola e decide quais os critérios de admissão.
Estas escolas preocupam-se em criar condições e recursos para dar resposta às necessidades da comunidade local, oferecendo as instalações e disponibilizando serviços como aulas de aprendizagem para adultos e acolhimento de crianças.

Escolas/Instituições de Caridade- "Foundation and Trust schools"
Estas escolas têm mais liberdade na gestão do que as escolas comunitárias, na medida em que o grupo administrativo é independe das autoridades locais no que respeita ás decisões da escolha da equipa de trabalho e critérios de admissão.
Os custos de manutenção da escola estão a cargo das autarquias mas os terrenos e edifícios das escolas são, geralmente, propriedade do corpo diretivo ou de uma instituição de caridade. É um tipo de escola que forma um fundo de caridade com um parceiro externo com o objetivo de elevar os padrões e explorar novas formas de trabalhar. Neste tipo de escola os encarregados de educação também podem influenciar nas decisões a tomar.

Escolas Voluntárias Subsidiadas - "Voluntary-Aided Schools"
São, maioritariamente, escolas religiosas ou de fé específicas e como tal, têm de seguir o currículo nacional de ensino, exceto nos estudos religiosos onde podem escolher a religião que pretendem ensinar. Na parte da direção da escola são semelhantes ás escolas de fundação, têm o seu próprio grupo administrativo independente das autoridades locais, que escolhe a equipa de trabalho e define os critérios de admissão. Os custos de manutenção da escola estão a cargo das autarquias mas os terrenos e edifícios das escolas pertencem a uma instituição de caridade, muitas vezes, uma organização religiosa.

Escolas Voluntárias Controladas - "Voluntary-Controlled Schools"
São semelhantes ás escolas comunitárias na medida em que, são dirigidas totalmente pela autarquia local que emprega os seus trabalhadores e define os critérios de admissão. No entanto, os terrenos e edifícios das escolas pertencem a uma instituição de caridade, muitas vezes, uma organização religiosa, que designa, também, alguns dos membros cooperativos da gestão da escola.

Escolas Estatais Com Características Particulares

Dentro do sistema de escolas públicas descrito acima, há um número de escolas com características particulares, que podem ter diferentes critérios de admissão e modalidades de financiamento e ensino.

Academias - "Academies"
São escolas do estado financiadas diretamente pelo governo central (especificamente, o Departamento de Educação) e independentes do controle das autoridades do concelho local. São escolas sem fins lucrativos, que podem receber apoio de patrocinadores tais como empresas, universidades, outras escolas, grupos religiosos e grupos voluntários, em parceria com o Ministério da Educação e da autoridade local. Fazem uma gestão independente e podem optar por não seguir o currículo nacional de ensino. No entanto, têm que adotar as mesmas regras de admissão, de necessidades educativas especiais e de exclusões que as outras escolas públicas.

Escolas Tecnológicas - "City Technology Colleges"
São escolas do estado financiadas diretamente pelo governo central mas que apresentam uma gestão independente das autoridades locais. Oferecem educação gratuita para alunos com idades compreendidas entre os 11 e os 18 anos. Seguem o currículo nacional de educação mas têm uma aprendizagem mais orientada para o mundo do trabalho e focam áreas específicas de ensino como ciência, matemática e tecnologia, dando assim, mais relevância a competências práticas e tecnológicas. Desta forma, oferecem uma ampla gama de qualificações profissionais juntamente com o certificado de educação secundária (General Certificate of Secondary Education (GCSE)) e o certificado de nível de educação avançado, comumente conhecido como “A-levels”.

Escolas de Ensino Especial - "Community and Foundation Special Schools"
São escolas do estado com um ensino direcionado a crianças com necessidades educativas especiais, que incluem deficiências físicas ou dificuldades de aprendizagem.
Para mais informações consulte este link.

Escolas Religiosas - "Faith Schools"
Estas escolas são dirigidas da mesma forma que outras escolas estatais mas estão associadas a uma religião em particular. Desta forma, têm de seguir o currículo nacional de ensino, exceto nos estudos religiosos onde podem escolher a religião que pretendem. No entanto, a política e critérios de admissão podem ser diferentes, embora qualquer pessoa se possa candidatar a este tipo de ensino.

Escolas Primárias /Secundárias - "Grammar Schools"
São financiadas pelas autoridades dos concelhos de educação locais. São escolas que selecionam os alunos com base na capacidade académica e muitas vezes os candidatos têm de realizar um exame de admissão orientando, assim, os alunos para a faculdade que está mais adequada ás suas aptidões.

Escolas Internas do Estado - "Maintained Boarding Schools"
São escolas do estado que, como qualquer outra escola estatal, oferecem ensino gratuito mas cobram taxas para alimentação e alojamento. Todos os alunos seguem o currículo nacional. Neste tipo de escola interna, alguns ou todos os alunos estudam e vivem durante o ano letivo com os seus colegas e, possivelmente, professores ou diretores.

Escolas Especializadas - "Specialist Schools"
São escolas secundárias que seguem o currículo nacional de educação mas que são especializadas em áreas específicas. São exemplos as escolas de desporto, tecnologia e artes.


ESCOLAS PRIVADAS - "INDEPENDENT SCHOOLS"

Estas escolas têm uma gestão e financiamento independentes do Governo e das autoridades locais, e definem o seu próprio currículo e critérios de admissão dos candidatos. São financiadas por taxas pagas pelos encarregados de educação, rendimentos de aplicações e, em alguns casos, o rendimento de investimento de um fundo patrimonial. Pouco mais de metade têm o estatuto de caridade.Cada escola independente deve estar registrada no Departamento de Educação, e as normas são monitoradas regularmente por qualquer Ofsted ou um serviço de inspecção aprovado pelo Secretário de Estado, garantindo que a escola mantém os padrões estabelecidos no seu documento de registo.

 

Ficam aqui dois links com mais informação sobre as Escolas e os Critérios de Seleção.