O ENFARTE AGUDO DO MIOCÁRDIO ocorre, geralmente, quando a obstrução de uma ou mais artérias reduzem ou interrompem o fornecimento de sangue a uma região do coração. Consequentemente, as células da área do músculo cardíaco (miocárdio) afetadas morrem por falta de oxigénio diminuindo, assim, a capacidade do coração em realizar a sua função de bombear o sangue para todos os tecidos do organismo.

Alguns enfartes são súbitos e acompanhados de dor intensa, mas existem situações em que esta dor não é significativa fazendo com que o paciente desvalorize os sintomas que caracterizam um EAM. Este tipo de enfarte silencioso normalmente só é identificado posteriormente através de um eletrocardiograma.

 

Um EAM é uma emergência médica que requer tratamento imediato! 

Se apresentar sintomas que indiquem a possibilidade de ocorrência de enfarte deve consultar um médico imediatamente. Quanto mais cedo se iniciar o tratamento maiores serão as probabilidades de sobrevivência.

 

Reconhecer um enfarte agudo do miocárdio - INEM


Sintomas Associados a um Enfarte

> Dor no peito, descrita como sensação de aperto, que se pode irradiar para o pescoço, barriga, ombros e braços.
> Tonturas e fraqueza
> Mal-estar
> Dificuldade em respirar (falta de ar)
> Sensação de náusea e vómitos
> Suores frios e palidez
> Ansiedade
> Respiração e ritmo cardíaco irregulares e rápidos

Como Agir?

> Não faça esforços, assuma uma posição confortável e relaxada. Mantenha a calma.
> Peça ajuda imediatamente - Ligue o número de emergência médica do país em que se encontra, identifique-se e descreva o que sente ou deixe alguém fazer isso se estiver acompanhado. Espere que a ajuda chegue.
> Se estiver perto de um hospital peça que alguém o leve, nunca conduza.

Fatores De Risco

  Fumar   Diabetes                         Doença arterial coronária
  Drogas •  Álcool   Intoxicação por monóxido de carbono
  Aneurisma   Sedentarismo   Apneia do sono (> a probabilidade)
  Hipertensão            Hipercolestrolemia •  História familiar ou predisposição genética
  Drogas   Aumento da idade  


Prevenção e Controlo Da Doença

A incidência desta doença pode ser diminuída se forem implementadas medidas preventivas nos estilos de vida das pessoas tornando-os mais saudáveis:

►  Redução de gorduras, açúcar e sal na dieta
►  Manutenção da pressão arterial num valor normal
►  Manutenção dos valores de colesterol adequados
►  Redução do consumo de álcool
►  Redução do consumo de tabaco
►  Redução dos níveis de stress
►  Exercício físico regular
►  Pode ser prescrita medicação antitrombótica
   (prevenir a formação de trombos)